Lifting de Coxa

Com o envelhecimento a pele fica frouxa em virtude da perda da elasticidade e cai. Em outros casos, após uma redução drástica no peso corpóreo, esta situação também pode ocorrer. Nas mulheres esta tendência pode resultar em abaulamento da pele e gordura na face interna das coxas. A suspensão das coxas se destina a esticar a pele e gordura, se necessário, com a retirada do excesso de pele, devolvendo às mesmas uma maior firmeza.

O lifting de coxa é feito em um único ato círúrgico, porém se a distrofia na região interna das coxas for grande, então, a operação deve ser feita em duas etapas, visando melhor resultado estético e conforto para a paciente. A cirurgia é feita em hospital, a anestesia é geral ou peridural, com sedação. “O tempo cirúrgico varia de 4 a 6 horas, porque não se pode ter pressa em cirurgia plástica de contorno corporal, onde o cirurgião é também um artista.

Nesta cirurgia se faz uma incisão na prega inguinal que desce até alcançar o sulco sub-glúteo. A pele é descolada e reposicionada.

Consiste em: fazer duas incisões no formato de asa delta logo acima do glúteo, para puxar a pele – a sensação é que você está puxando uma meia-calça. O excesso de pele é retirado e feita a fixação de todo o tecido interno da coxa, evitando, assim, que a cicatriz desça ou alargue, posteriormente. Depois é realizada a sutura do corte, utilizando fio de auto-absorção.

Em alguns casos se faz lipoaspiração para remover o excesso de gordura. A incisão, fica localizada em dobras naturais. A anestesia pode ser peridural ou geral. A paciente deve usar deve usar uma cinta especial por 2 semanas.